cultura_preparo_farinha_escola_francesa_432_2011Os primeiros habitantes deste local foram os povos de algumas nações indígenas que, com a chegada dos bandeirantes, foram escravizados ou tiveram que fugir da região.

A chegada destes primeiros exploradores se deu por volta de 1740, quando teve início a exploração de ouro na região, com auxílio de escravos vindos da África. Cavalcante chegou a ter cerca de 10 mil escravos trabalhando nas minas de ouro. Com o declínio da produção, muitos destes escravos foram abandonados e se juntaram aos que já haviam fugido, formando o quilombo Kalunga, atualmente o maior do país, com mais de 5 mil pessoas.

Toda esta mistura de povos deu origem a uma rica cultura que pode ser vivenciada até os dias de hoje nas diversas festas religiosas que acontecem anualmente pelos povoados de toda a região.

Com o fim do ciclo do ouro, surgiram as fazendas para criação de gado e posteriormente um novo ciclo de mineração, agora em busca do cristal de quartzo. Tanto o gado quanto o garimpo de cristal hoje ocorrem de forma pouco expressiva.

Atualmente um novo ciclo de desenvolvimento está ocorrendo: o ecoturismo. O crescente fluxo turístico que busca as belas paisagens existentes na região e o contato com a cultura tradicional, aliado às diversas iniciativas de preservação e educação ambiental, tem contribuído para consolidar a Chapada dos Veadeiros como um dos principais pólos de ecoturismo do país.